2012/05/07

Prega il morto e ammazza il vivo (1971 / Realizador: Giuseppe Vari)

Querem um bom exemplo de como fazer um filme interessante quase sem dinheiro? Querem saber mais sobre este western pouco conhecido e que passa despercebido à grande maioria? Então continuem a ler este texto e, quem sabe, poderão descobrir algo novo sobre um filme pertencente à série B mas ao mesmo tempo muito agradável.  

A ação desenrola-se em apenas dois locais (a pousada e o deserto). O número de personagens nem sequer chega a uma dúzia. Todos são desconhecidos ou pouco conhecidos e sem carisma à exceção de… Klaus Kinski! Isso mesmo, Klaus Kinski volta a ser todo o centro das atenções como vilão e com ele em evidência o homem dá cartas (além de tiros, gritos, insultos e coices)! 


Após um assalto, Dan Hogan, o cabecilha de um grupo de foragidos, refugia-se com os seus capangas numa pousada isolada que serve de ponto de paragem para quem viaja de diligência. Antecipando esse movimento, um tal John Webb aguarda pacientemente na pousada e oferece os seus serviços de guia aos bandidos em troca de uma percentagem do ouro roubado. Hogan, sempre desconfiado, aceita a proposta. Mas as autoridades andam por perto e o grupo tem de passar a noite na pousada para não dar nas vistas. Durante essa noite cai uma terrível tempestade que acrescenta ainda mais nervosismo, tensão e medo ao ambiente claustrofóbico.  No dia seguinte, a fuga em direção à fronteira mexicana inicia-se. O caminho é longo, muito difícil e o deserto faz algumas vítimas. No final, o público descobrirá as verdadeiras razões de John Webb para com Dan Hogan.  
 

Giuseppe Vari
é um nome associado aos westerns-spaghetti de muito baixo orçamento. Acho que neste filme o realizador fez um bom trabalho. Os temas são a ambição, a justiça e a vingança. É bem clara a falta de meios que a produção tinha ao seu dispor mas isso não impediu de criar momentos bem conseguidos, bem filmados e bem representados. Este filme estaria, à partida, condenado à obscuridade se não contasse com a presença carismática de Klaus Kinski, o homem certo na sua habitual dose de perfeita loucura. Ou como se diz na minha terra: “O homem é tonto dos cornos”!

Ei-lo:



Trailer:

18 comentários:

  1. Interesante spaghetti a pesar de contar con un ínfimo presupuesto. Lo mejor, para mí, la parte que se desarrolla en la posta en la que el director sabe dosificar muy bien el suspense y la creciente tensión entre los personajes.

    Película, por tanto, a descubrir por los amantes a este subgénero.

    ResponderEliminar
  2. Conheço apenas metade da contribuição de Giuseppe Vari para com o western-spaghetti. Realmente são filmes sem dinheiro a fazer de pilar, são filmes simples mas inventivos. Este que o Emanuel aqui resenha é provavelmente aquele que gosto mais, o ambiente claustrofóbico criado no abrigo é muito bem criado e também a fuga pelo deserto tem grande efeito. Faz falta uma edição DVD deste na minha colecção, tenho de tratar disso.

    --
    Pedro Pereira

    http://por-um-punhado-de-euros.blogspot.com
    http://auto-cadaver.posterous.com

    ResponderEliminar
  3. Eu comprei o DVD italiano da editora Cecchi Gori e foi uma boa surpresa. Tem apenas o trailer como bónus mas o filme é apresentado no formato correto 2.35:1, boa qualidade de imagem e áudio em italiano.

    ResponderEliminar
  4. nunca tinha lido uma resenha positiva sobre esse filme, até a gora todas falavam mal.

    ResponderEliminar
  5. En España lo mal editó Wild West con unos deficientes doblaje y sonido. Una pena porque la película merece la pena.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tengo algunas ediciones de eses tíos de Wild West, ninguna es particularmente buena...

      --
      Pedro Pereira

      http://por-um-punhado-de-euros.blogspot.com
      http://auto-cadaver.posterous.com

      Eliminar
  6. Grande dica.Para minha alegria,a Ocean lançou em Dvd aqui com o canvidativo titulo: Atire Para Viver e Reze Pelos Mortos.

    ResponderEliminar
  7. Este filme foi lançado em Portugal no formato VHS (no execrável pan and scan)pela filmitalus com o título "Reza Pelo Morto E Mata o Vivo". Não o vi desde então, não foi um filme que me enchesse as medidas. Lento e claustrofóbico. Na mesma época gostei muito mais do filme "A Besta" com Kinsky e realizado por Mario Costa, lançado pela Vista Video. Porém, depois destes anos todos, acho que está na hora de revê-lo e sei que anda por aí uma boa edição da Koch.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Andei a sondar os custos das edições disponíveis, acho que vou optar pela mesma que o Emanuel pois a da Koch já está com um valor acima do normal.

      Por curiosidade deixo aqui o link para o blogue do Nuno, um collecionista portuga que têm essa VHS:

      http://nuno-dvdcollection.blogspot.pt/2011/11/pray-to-kill-and-return-alive-1971.html

      --
      Pedro Pereira

      http://por-um-punhado-de-euros.blogspot.com
      http://auto-cadaver.posterous.com

      Eliminar
  8. Eu não tenho a certeza mas li algures que o DVD da Koch não apresentava o filme no formato correto. Além disso, neste momento os poucos exemplares disponíveis são muito caros.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É capaz de ser verdade porque, se não estou em erro, foi dos primeiros westerns spaghettis que a Koch lançou e houve uma altura que esteve disponível a um preço muito convidativo, 7 ou 8 euros, contudo o DVD da Cechi Gori deve ser das melhores edições deste filme, senão a melhor.

      Eliminar
  9. Não conheço este filme, mas qualquer coisa com o Klaus Kinski parece-me muito bem :) O Il Grande Silenzio é mítico.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  10. Gostei do filme.Mas é preciso, porém, que o espectador esteja acostumado com o cinema B,caso contrário, será inevitável o sentimento de estar vendo a um filme mal feito.
    O que não é o caso deste aqui.É um filme de baixo orçamento que consegue compensar suas limitações com uma fotografia deslumbrante em uma trama intrigante com bons momentos de surpense e reviravoltas até o final.A edição da Ocean pictures tem qualidade de imagem boa,em letterbox e traz nos extras um poster,e um videoclipe apenas.Mas mesmo assim eu estou feliz com esta minha mais nova aquisição.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah. Ainda bem que arriscaste deitar-lhe a mão.

      --
      Pedro Pereira

      http://por-um-punhado-de-euros.blogspot.com
      http://auto-cadaver.posterous.com

      Eliminar
  11. Pedro,foi a ótima resenha do Emanuel que me instigou e não me arrependi.Olha,tão surpreendente quanto a Ocean pictures ter uma raridade destas no catálogo,é saber que o filme está estre os cinquenta melhores spaghetti do Spaghetti western Database.

    Ha,e o filme ainda tem outro rosto bastante familiar aos fãs do genero,que aparece muito nos filmes de Demofilo Fidani,geralmente como vilão:Dino Strano/Aka.Dean Stratford.

    ResponderEliminar
  12. Tem um personagem de nome "Cobra" que merecia mais destaque no filme.O miserável sempre dava uma gargalhada quando o personagem de Klaus Kinski matava alguem.Muito hilário.

    ResponderEliminar
  13. Eu tinha uma fita VHS original que depois passei pra DVD mas muito borrada e sempre me dava prazer em assistí-la mesmo com aqueles chiados típicos do vídeo Cassete e algumas distorções. O mais importante é que eu a possuia.
    Hoje já temos uma cópia melhorada em DVD no Brasil e o que gosto neste filme é de ver alguns personagens do time de Fidani nas mãso de Giuseppe Vari.
    Um filme que é de fácil recordação tendo em vista em que quase toda a primeira parte da película é protagonizada dentro de uma obscura taberna de fronteira e nela praticamente é que são traçados todos os argumentos para a definição da história.
    Bem lembrado nesta postagem.

    www.bangbangitaliana.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É sem dúvida um dos pontos fortes do filme. E asssim se prova que um western não precisa de 20 minutos com cenas de homens a cavalo.

      --
      Pedro Pereira

      http://por-um-punhado-de-euros.blogspot.com
      http://auto-cadaver.posterous.com

      Eliminar

Related Posts with Thumbnails