2009/08/17

Tex e il Signore degli Abissi (1985 / Realizador: Duccio Tessari)


Desde 1987 que sou fã e coleccionador de TEX, banda desenhada italiana (fumetti) da autoria de Giovanni Luigi Bonelli. Deste modo, é óbvio que a passagem ao cinema do personagem era algo que não podia perder. Pessoalmente, este western-spaghetti, apesar de já ter sido produzido numa fase tardia (1985), é provavelmente o meu filme favorito do género. Para isso muito contribuiu o protagonista do filme, o actor Giuliano Gemma, que detém um lugar no topo das minhas preferências. O filme é uma adaptação fiel (note-se os diálogos e as roupas dos personagens, por exemplo) dos números 40, 41 e 42 de TEX (Editora Vecchi), no qual os rangers Tex Willer e Kit Carson, acompanhados pelo seu amigo índio navajo Jack Tigre, são destacados para investigar um carregamento de armas que foi roubado na fronteira entre os Estados Unidos e o México.


A aventura leva-os a diversos perigos, a tiroteios com renegados mexicanos e a uma tribo de índios fanáticos que possuem uma arma terrível e sobrenatural que consegue transformar os cadáveres das suas vítimas em pedra! Algumas das personagens principais da BD estão presentes no filme (Tex, Carson, Tigre, El Morisco e o seu criado Eusébio) e quem gosta de acção, aventuras, explosões, tiroteios e alguns elementos sobrenaturais irá gostar deste filme de Duccio Tessari. O elenco, à excepção de Giuliano Gemma (Tex Willer) e William Berger (Kit Carson), que são presenças habituais em muitos westerns-spaghetti, é composto por ilustres desconhecidos tais como Carlo Mucari, Isabel Russinova, Flavio Bucci e Peter Berling. G.L. Bonelli tem um breve papel como feiticeiro e narrador da história.


A ideia inicial deste filme era servir de episódio piloto que daria origem a uma série televisiva de TEX na televisão italiana (RAI) mas devido ao fraco sucesso nas bilheteiras o projecto foi cancelado. Este Tex, o Pistoleiro foi-me dado a conhecer em formato VHS no Clube de Vídeo Trinitá de Portalegre, e segundo consegui apurar, apenas há edições DVD oficiais na Itália e na Alemanha. Eu adquiri a versão italiana, que não tem extras e está apresentado no formato 4:3. Em suma, são cerca de 100 minutos de bom entretenimento, a um ritmo rápido e com um Giuliano Gemma em bom plano, que mostra em algumas sequências as suas habilidades de ginasta, além do manejo das armas de fogo.


Trailer

10 comentários:

  1. Infelizmente já lá vão muitos anos desde que vi este filme, terei de revê-lo um dia destes. Mas percebo bem o teu gosto pelos filmes protagonizados por Giuliano Gemma, também eu sou confesso fan do actor. Os filmes que protagonizou sob a batuta de Giorgio Ferroni ou Tonino Valerii são ainda assim os meus preferidos da sua filmografia. Este Tex aparece infelizmente fora de época, não fosse isso e julgo que teria tido maior exposição.

    ResponderEliminar
  2. Ora aí está um exemplo de um excelente western spaghetti crespuscular, já tive uma discussão sadia com um amigo que dizia já não se poder considerar este filme um western spaghetti mas mais um filme de aventuras no seguimento de êxitos como "Os salteadores da arca perdida", dizia-me ele que o western spaghetti era um género "morto" e apenas respondi-lhe: Alguém ou alguma coisa só morre quando é esquecido", ele sorriu e não disse mais nada, continua a não gostar do género, paciência, é preciso ser-se "especial" para gostar do género.
    Este filme foi-me dado a conhecer também em formato VHS e lembro-me de ter ficado fascinado com ele, acção a rodos e non-stop e Giuliano Gemma, um dos meus preferidos e ao contrário do nosso amigo Pedro adoro os Ringos, ainda nas suas plenas posses acrobáticas muito bem acompanhado por outra lenda do género: William Berger como Kit Carson. Recomendo.

    ResponderEliminar
  3. Pois, os meus anticorpos para com os Ringos devem-se sobretudo ás fortes influências do western americano. Faltam-lhe na minha opinião aquelas pitadas mediterrâneas.
    Seja como for, parece-me que temos aqui um mini-clube de fans do Giuliano Gemma!

    ResponderEliminar
  4. Titulo imposible de encontrar en españa.
    Vale, queda claro que os gusta el señor gemma...

    Gran reseña.

    ResponderEliminar
  5. Giuliano Gemma pode ter interpretados hérois em filmes parecidos com os dos westerns americanos, mas os filmes do Gemma sempre tem mais violência e ele faz um tipo de héroi bem diferente dos personagens do western americano, esse filme é excelente e da de 10 a 0 em muita adaptação recente por ai, vale destacar também Aldo Sambrell como o bandido mexicano do filme e aparticipação especial de outro ator espanhol, Frank Brañia, é uma pena que alguns fãs de Tex ache ele ruim, pois o filme é muito bom.

    ResponderEliminar
  6. Aproveito para deixar aqui um blog dedicado a esta personagem:

    http://texwillerblog.com/wordpress/

    Vale a visita!

    ResponderEliminar
  7. Excelente resenha do filme de uma personagem de BD que para mim é a melhor personagem de banda desenhada: TEX WILLER. Personagem da qual tenho toda a colecção brasileira, assim como italiana e também a única edição portuguesa de Tex, para além de muitas outras edições dos 22 países onde Tex foi publicado, mas a propósito do filme, informo-vos que muito recentemente foi posto á venda no Brasil o DVD do filme oficial, com o título "Tex e os senhores do abismo".
    Mas voltando ao filme, de facto ele é uma adaptação da história dos nºs 40, 41 e 42 da Vechhi: "O Bruxo Mouro", mas as cenas iniciais são claramente inspiradas na parte inicial do Tex nº 124 "A Mesa dos esqueletos"...

    ResponderEliminar
  8. Obrigado aos especialistas da banda desenhada "Tex", fizeram-me gostar mais desta adaptação.

    ResponderEliminar
  9. Olá,

    muito legal o seu Blog...gostaria de convidá-lo a visitar o nosso ...minervapop@blogspot.com...

    Valeu!

    Anselmo - SP

    ResponderEliminar
  10. Lançaram no Brasil uma edição pela Classicline, Fullscreen também. No Imdb não informa o formato. Afinal esse filme foi originariamente feito em 2.35:1 ou em 1.33:1 ???

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails