2010/11/10

Sono Sartana, il vostro becchino (1969 / Realizador: Giuliano Carnimeo)

Como se sabe, vários heróis foram responsáveis pelo enorme número de cadáveres nos westerns-spaghetti. Alguns deles “limparam o sarampo” a mais malandros num só filme que todos os pistoleiros dos westerns americanos em toda a sua carreira! O carismático Sartana foi um desses heróis! Naturalmente, como é habitual à boa maneira italiana, a fórmula foi espremida ao máimo até à última gota! Em 1969, Clint Eastwood era sinónimo de “Homem Sem Nome”, Franco Nero “Django”, Giuliano Gemma “Ringo” e Lee Van Cleef “Sabata”. “Sartana” foi imortalizado pelo rosto e presença do actor Gianni (John) Garko! Este segundo filme da saga é para mim o momento mais alto mas a fórmula sempre teve a teimosa tendência para se tornar repetitiva!


Um grupo organizado consegue assaltar aquele que era tido como o banco mais seguro do Oeste. Além do golpe ter sido perfeito, o famoso pistoleiro Sartana foi identificado entre os demais! A urgência de recuperar o dinheiro roubado leva a que seja oferecida uma recompensa de 10 000 dólares pela cabeça de Sartana. Os melhores caçadores de recompensas fazem-se à estrada, ignorando um pormenor: Sartana não é culpado e o seu nome foi manchado indevidamente! A partir daí, o protagonista tenta descobrir pessoalmente a verdade, através dos habituais meios violentos. Este filme, que talvez para a maioria passe despercebido, conta com um rico leque de vedetas dos westerns-spaghetti. A saber: Gianni Garko, Klaus Kinski, Frank Wolff, Ettore Manni, Gordon Mitchell e José Torres.


Tudo resumido, “Sartana está de volta” (título em Portugal) é um filme que não desilude mas em muitos aspectos é, infelizmente, mais do mesmo! Para aguçar o apetite dos mais curiosos, uma nota: Há quem diga que a capa que Sartana veste (longa capa preta com a parte interior vermelha) foi inspirada em uma célebre personagem da BD, o ilusionista Mandrake! Não sei se é verdade ou não mas fica a ideia. Provavelmente só Gianfranco Parolini é que poderá revelar a verdade sobre o assunto!


Clip:



10 comentários:

  1. Sartana não abdica do seu cigarro em nenhuma das poses usadas nos posters. Hein?!

    Enfim. Revi-o ontem à noite. É um filme mediano - pois claro - mas divertido! Carnimeo mantém as embrulhadas confusas de Parolini mas agora com uns movimentos de câmara mais dinâmicos, por vezes em demasia.

    Apesar de não ser um filme imprescindível gostaria que aparece-se por aí uma edição DVD que substitua o meu actual DVDr (fandub do Franco Cleef, "I Am Sartana Your Angel of Death").

    --

    Pedro Pereira

    por-um-punhado-de-euros.blogspot.com
    filmesdemerda.tumblr.com

    ResponderEliminar
  2. Al parecer la idea del look a lo Mandrake fue del propio Garko. Aquí todavía le falta el bigote de herradura, por cierto.
    Y atención a la foto de Kinski y Sartana apuntándose: el que va de claro lleva la pistola negra y el que viste de negro usa pistola clara. Son el ying y el yang de los duelos.

    ResponderEliminar
  3. Infelizmente, os Sartanas com Gianni Garko são difíceis de obter em DVD, salvo uma ou outra excepção! Não se percebe como é que um personagem tão célebre tenha tão pouca atenção no mercado DVD.

    ResponderEliminar
  4. não achei o filme mediano, achei este um ótimo filme, ainda temos a presença do Celso Faria, que faz aquele jogador trapaceiro que joga com o personagem de Kinski na cena da diligência, uma pergunta: o Sartana com George Hilton será incluido no especial?

    ResponderEliminar
  5. Ah, sim é verdade. Grande cena quando Kinski diz algo do tipo: "Escusas de fazer batota que eu perderei na mesma!"

    Quanto à questão, afirmativo! Esse caber-me-à a mim. O George Hilton nem dá grande valor ao filme, mas eu não acho que seja uma perca de tempo completa. Quem gosta da personagem e sobretudo do posterior Aleluia, gostará desse filme também.

    --

    Pedro Pereira

    por-um-punhado-de-euros.blogspot.com
    filmesdemerda.tumblr.com

    ResponderEliminar
  6. Para mí uno de los aciertos del film es el personaje de Frank Wolff que sirve de acertado contrapunto al de Sartana. Sin embargo desaprovecha las, a priori, interesantes figuras de Klaus Kinski y Gordon Mitchell, dos cazadores de recompensas que creo deberían haber estado más desarrollados.

    ResponderEliminar
  7. Quando virem este filme reparem que sempre que alguém é baleado, há sempre um movimento de câmara que dá a sensação de queda!

    ResponderEliminar
  8. Quando me referia a "demasia" era disso que falava...

    O Jesús tem razão no seu comentário. Sobretudo o Gordon Mitchell tem uma presença minúscula. É pena!

    --

    Pedro Pereira

    por-um-punhado-de-euros.blogspot.com
    filmesdemerda.tumblr.com

    ResponderEliminar
  9. Memorável Western italiano que quando batizado no Brasil,chamou-se:"SARTANA,O MATADOR".Supimba trilha sonora de Piero Piccini.

    ResponderEliminar
  10. Grande titulo, mais chamativo que o escolhido em Portugal!

    --
    Pedro Pereira

    http://por-um-punhado-de-euros.blogspot.com
    http://destilo-odio.tumblr.com/

    ResponderEliminar

Related Posts with Thumbnails